5 DESAFIOS QUE VOCÊ VAI ENFRENTAR PARA MONTAR UMA CLÍNICA

0
1267

Os desafios de montar uma clínica e conduzir o próprio negócio são muitos, mas não existe nenhum fator impossível de ser contornado e capaz de impedir essa realização. O dia a dia vai apresentar diversas situações desafiadores, algumas delas bastante comuns para quem está começando no mundo empresarial. Nesse post, elencamos 5 desafios que merecem especial atenção antes de abrir a empresa e as soluções que ajudarão a aumentar suas chances de sucesso.

1. Antes de montar uma clínica, planeje!

O primeiro desafio será enfrentado antes mesmo de colocar em prática a ideia da clínica, ou seja, você deverá estudar a viabilidade do negócio e fazer um planejamento rigoroso. Nessa fase, precisará elaborar um plano de negócios, especificando recursos disponíveis, valor do investimento inicial, custos de execução, como compra de equipamentos e aluguel do espaço físico. Essas projeções protegem o profissional de erros comuns cometidos por quem está arriscando a primeira experiência no mundo empresarial.

2. Análise de mercado e conhecimento técnico

Não basta possuir dinheiro para investir sem avaliar se a sua cidade ou região tem espaço para uma clínica. É importante aproveitar o período de planejamento para fazer um esboço dos clientes que a clínica poderá atender. O conhecimento técnico em relação a função também deve estar afinado, isso é, você precisa confiar muito na sua formação para iniciar um projeto como esse e se lançar na concorrência. Você precisa se destacar na sua área e divulgar seu nome e sua boa reputação sempre que possível.

Manter-se atualizado em relação às tendências do mercado também é primordial, por isso é importante frequentar feiras, congressos e palestras para empresários iniciantes, além é claro de cursos relacionados a sua área de conhecimento. Com isso, é possível se antecipar a concorrência.

3. Escolha dos sócios

Trabalhar com profissionais de outras especialidades no mesmo espaço pode ser uma ótima opção, mas também pode causar empecilhos. A boa notícia é que vocês dividirão os custos da locação do espaço e poderão atender os mesmos clientes se eles possuírem diferentes demandas. A escolha dos sócios, entretanto, precisa ser bem pensada e os objetivos devem ser parecidos. Alguns profissionais não se dispõem a trabalhar todos os dias da semana. Esses detalhes precisam ser definidos na negociação antes de a clínica ser aberta para não gerar conflito e prejuízo para ninguém posteriormente.

4. Definição do público-alvo

A definição do público-alvo também é um desafio importante. Ela pode ser feita em parceria com os possíveis sócios e demais profissionais da clínica porque será determinante para escolher o endereço da clínica. Uma clínica popular precisa ser acessível com transporte público por exemplo e possuir estacionamento com um bom número de vagas. A definição do público-alvo também impactará na arquitetura da clínica e no porte dos equipamentos que serão comprados para atender a clientela.

5. Administração e gestão financeira

Na faculdade os professores ensinam fisioterapia em vez de administração e gestão financeira, certo? Alguns professores talvez possuam clínicas e transmitiram noções e experiências, mas é o dia a dia que vai ensinar as lições e as melhores estratégias administrativas. Ao montar uma clínica, é fundamental se preparar minimamente para lidar com essas questões. Se você vai trabalhar com mais pessoas, é importante que alguém tenha conhecimento nessas áreas.

Uma gestão financeira eficiente, por exemplo, ajudará a estabelecer o preço das consultas e obter uma boa margem de lucro. É importante ressaltar que ao montar uma clínica você terá gastos fixos, como pagamento de fornecedores, salário dos funcionários e aluguel do espaço físico. Terá também gastos variáveis, como manutenção e compra de novos equipamentos. Uma dica valiosa é separar esses gastos em diferentes planilhas e acompanhá-los de perto. O controle de gastos fornece informações sobre o desempenho da empresa e seu futuro.

Fonte: Miotec

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*