ANÁLISE DA EFICIÊNCIA DO ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO EM PACIENTE COM DOENÇA RENAL CRÔNICA EM HEMODIÁLISE

0
765

Resumo:

Pacientes submetidos a sessões de hemodiálise podem vir a ter algumas complicações como hipotensão, cãibras, dor lombar, sendo que estas se agravam pelo sedentarismo. Programas de exercícios para estes pacientes têm sido pesquisados em vários países demonstrando seus inúmeros benefícios. Este projeto de extensão objetiva verificar os possíveis benefícios do tratamento fisioterapêutico, realizado durante as sessões de hemodiálise, nas principais queixas dos pacientes com doença renal crônica que realizam hemodiálise. Foram estudados e avaliados treze pacientes que realizam hemodiálise no NIEPEN da UFJF. O tratamento consistiu de duas sessões semanais com exercícios de alongamento e fortalecimento. Três pacientes apresentaram ausência na incidência de cãibras, um relatou resolução do quadro álgico nos membros inferiores, cinco obtiveram uma diminuição das cãibras, um apresentou uma melhora nas AVDs. Foi observado que todos os pacientes obtiveram ganho tanto na força e resistência muscular. Dois pacientes não apresentaram alterações em suas principais queixas. Com os dados obtidos neste estudo, podemos concluir que embora possam existir outros fatores que contribuíram para abolir ou reduzir as principais queixas dos pacientes o tratamento fisioterapêutico parece ter sido efetivo em relação ao objetivo proposto.

Palavras-chave: doença renal crônica; hemodiálise; fisioterapia

Autores: Helton Geraldo Magalhães, fisioterapeuta, professor da Faculdade de Medicina, coordenador do projeto Tiago Alves Pinto, estudante de Fisioterapia Maycon de Moura Reboredo, estudante de Fisioterapia Fabrício Dias da Fonseca, estudante de Fisioterapia Phelipe Camarinha de Almeida, estudante de Fisioterapia.

Instituição  Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF

Fonte: Ufmg

 

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*