ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO CÂNCER INFANTO JUVENIL

0
533

PHYSICAL THERAPY OF OPERATIONS IN CANCER CHILDREN JUVENILE

RESUMO

Este estudo aborda sobre a neoplasia infanto juvenil, um grupo de várias doenças que possuem em comum a proliferação desordenada de células anormais e corresponde de 2% a 3% de todos os tumores no Brasil. As neoplasias mais frequentes na infância são as leucemias, tumores do sistema nervoso central e linfomas. O tratamento de neoplasias é realizado por meio de quatro modalidades terapêuticas principais: radioterapia, quimioterapia, cirurgia oncológica e transplante de medula óssea. Porem mesmo com a evolução do tratamento, as terapias podem gerar efeitos colaterais, como problemas circulatórios, musculoesqueléticos, cutâneos, respiratórios, urinários, intestinais e psicológicos. Sendo necessário à atuação de uma equipe multidisciplinar para proporcionar um melhor cuidado e uma boa qualidade de vida para esses pacientes. A fisioterapia tem se mostrado uma aliada no tratamento desses pacientes. Tem como objetivo: evidenciar, a partir da literatura, as contribuições da fisioterapia para o paciente com câncer infanto juvenil. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, quanto aos objetivos é exploratória e em relação aos procedimentos é bibliográfica. Os resultados encontrados nesse estudo mostram que a fisioterapia tem benefícios na redução de complicações respiratórias, motoras e circulatórias e na reabilitação pré/pós-operatória de neoplasias, bem como nos cuidados paliativos nas algias e estágio terminal. Reconhece-se a importância dessas intervenções no câncer infantil, sendo consensual a necessidade de mais protocolos e ensaios clínicos.

PALAVRAS CHAVE: Câncer, Fisioterapia, Pediatria, Tratamentos

ABSTRACT

This study focuses on childhood a cancer that is related to a group of several diseases that have in common the uncontrolled proliferation of abnormal cells and corresponds to 2 % to 3 % of all tumors in Brazil. The most common childhood cancer is leukemia, tumors of the central nervous system, and lymphomas. The treatment of cancers is accomplished by four main treatment modalities: radiation therapy, chemotherapy, cancer surgery and bone marrow transplants. However even with the improvements of the treatment, therapies can cause side effects such as circulatory, musculoskeletal, skin, respiratory, urinary, intestinal and psychological problems. Being necessary the performance of a multidisciplinary team to provide better care and a good quality of life for these patients. Physiotherapy has been an ally in the treatment of these patients. Have as Objectives: evidence from the literature, the contributions of physiotherapy for patients with childhood cancers. This is a qualitative research, exploratory related to objectives and bibliographic related to procedures. The results of this study show that physiotherapy has benefits in reducing respiratory, motor and circulatory complications and in the pre/post-operative care in cancer surgery rehabilitation, as well as in palliative care and pain in the terminal stage. The importance of these interventions in children with cancer is recognized, but additional consensus protocols and clinical trials are still necessary.

KEYWORDS: Cancer, Physiotherapy, Pediatrics, Treatments.

Por:1. Luciana Correia Rios 2. Fernando Reis do Espírito Santos (Orientador)

1. Bacharel em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. 2. Doutor em Educação pela PUC/SP. Professor da Universidade Federal da Bahia.

Fonte: Biblioteca Atualiza

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*