COMO EVITAR DOENÇAS RELACIONADAS AO CALOR?

0
651

O calor é responsável por deixar milhares de trabalhadores doentes. Existem medidas simples para evitar que isso aconteça. Descubra já!

Trabalhar horas e horas por dias tendo que lidar com altas temperaturas pode ser nada fácil. Além de não ser fácil, é perigoso. Todos os anos, milhares de funcionários adoecem por conta da exposição ao calor excessivo e alguns até morrem.

Pessoas que trabalham com fundição de metais, laminação a quente, altos fornos, fornos de cerâmica, minas, fábricas de vidros, lavanderias, central de esterilização de materiais em hospitais, cozinheiros, padeiros, entre outros; e também os que trabalham ao ar livre, debaixo do sol, estão no alvo das doenças relacionadas ao calor.

Quais são essas doenças?

Doenças provocadas pelo calor podem aparecer de forma variada. Das mais leves: brotoejas e cãibras. Até as mais graves: exaustão pelo calor e insolação. Insolação requer assistência médica imediata e pode resultar em morte.

Quando estamos em uma situação de muito calor, nosso corpo usa o suor para esfriá-lo, mas nem sempre é o suficiente. Se não tomarmos alguma medida para resfriá-lo, a temperatura corporal sobe e pode chegar a níveis perigosos para a saúde.

Como evitar essas doenças?

Três palavras que devem ser sempre lembradas: ÁGUA, DESCANSO e SOMBRA.

É preciso orientar os funcionários sobre a importância de se hidratar e fazer pausas frequentes, limitando a exposição ao calor. Trabalhadores perdem em média de 2 a 3 litros de líquido por dia através do suor durante o trabalho em alta temperatura, por isso é importante que se hidratem ativamente antes, durante e depois de seus turnos. Além disso, o monitoramento da cor da urina com um gráfico “cor da urina” pode ser uma forma eficaz de manter trabalhadores atentos à hidratação, já que um dos primeiros sinais de desidratação aparece aí.

Evitar bebidas como refrigerantes e café que contém cafeína ou bebidas alcoólicas, também ajuda. Estas bebidas desidratam o corpo e faz com que seja ainda mais perigoso trabalhar sob calor intenso.

O uso de equipamento de proteção individual também é crucial. Chapéus com abas largas, óculos de proteção, uniformes de material absorvente e de cor clara são ótimos exemplos para reduzir a exposição direta ao sol.

Quais são os sintomas apresentados quando a temperatura corporal se eleva?

Dor de cabeça, tonturas e desmaios, fraqueza, suor excessivo, irritabilidade ou confusão mental, sede, náuseas e vômitos, são os primeiros sinais dados de que o corpo necessita ser resfriado. Uma boa maneira de evitar riscos é orientar as duplas de funcionários a conversarem de vez em quando durante o expediente. Muitas vezes alguém fica confuso por conta de insolação, mas não percebe, acha que está tudo bem.

Fique atento: No caso de confusão, vômitos e fraqueza, é necessário buscar ajuda médica o quanto antes!

Caso algum trabalhador comece a apresentar esses sintomas, o que fazer?

1-  Leve imediatamente a pessoa para uma área arejada e na sombra. Não a deixe sozinha!

2- Avise um supervisor.

3- Ofereça água aos poucos.

4-  Afrouxe sua roupa para o corpo respirar

5- Refresque a pessoa. Abane, coloque compressas de água fria em pontos de maior aquecimento do corpo, como pescoço, dobras dos braços, virilha e axilas.

A maioria das doenças e mortes ocasionadas por exposição excessivas ao calor poderiam ser evitadas seguindo essas medidas. Lembre-se sempre e conte aos colegas: Água, descanso e sombra são essenciais para a preservação da saúde de funcionários. Só com orientação e conscientização é que será possível reduzir riscos.

Fonte: Falando de Proteção

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*