COMO FAZER MASSAGEM

0
2236

(gil tokio | pingado/Superinteressante)

Massagear não é apertar os ombros até ficar vermelho. Isso, aliás, é errado. Veja como fazer uma massagem com classe e garanta que façam certo em você

1. Atapetado

Procure uma superfície lisa para fazer a massagem. Em hipótese nenhuma, use a cama. Prefira o tapete ou um chão forrado com cobertor. O clima ajuda a relaxar. Por isso, um lugar silencioso, à meia-luz, por exemplo, ajuda na performance.

2. Óleos nos óleos

O contato com a pele é importante: quanto menos roupa, melhor. Isso também facilita a aplicação de óleos. Eles ajudam as mãos a deslizar. Mas evite jogá-lo direto na pele: passe primeiro na mão para não causar desconforto se o líquido estiver frio.

3. Homem de fibra

Deslize as mãos seguindo a anatomia do músculo, sempre na direção das fibras e não transversalmente a elas, o que pode acabar machucando o massageado. Isso ajuda a relaxar a tensão da região.

4. Pontos-chave

Nuca, ombros e regiões das costas, como trapézio e entre as costelas, tendem a ser mais tensos, porque é ali que se encontram os músculos posturais, que mantêm o corpo em pé. Reserve mais tempo para essas áreas.

5. Mãos à obra

Faça um toque suave, sem muita pressão e sem apertar com as pontas dos dedos, deslizando dedos e mãos suavemente com mais superfície de contato. Sustente uma leve pressão, sem movimentos circulares, por cinco segundos nos locais com mais tensão.

6. Nananinanão

Nunca bloqueie o fluxo sanguíneo com apertões fortes ou os cotovelos, por exemplo. Evite áreas como as estruturas ósseas da coluna, que vão do pescoço ao cóccix. E, claro, fique longe da parte da frente do pescoço. Esta é uma região que, se estimulada, pode causar queda acentuada da pressão arterial.

Fontes: Cássio Siqueira, fisioterapeuta do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP; Silvia Ferreira, fisioterapeuta do Instituto de Fisioterapia e Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo; The Massage Book, de George Downing /

Retirado: SUPER interessante – editora Abril

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*