CONDROMALÁCIA OU CONDROPATIA PATELAR

0
19933

Condromalácia ou Condropatia Patelar  é uma doença que acomete os Joelhos com muita frequência. O termo condromalácia significa  “amolecimento da cartilagem”.

Ela ocorre por um excesso de pressão entre a cartilagem da tróclea femoral e a cartilagem da patela.

Já o termo condropatia se refere à cartilagem doente. Essa patologia normalmente provoca dor na parte da frente do joelho e estalidos, principalmente quando a pessoa se agacha, corre, se levanta da cadeira ou sobe e desce escadas. O termo mais específico para tal patologia é a Síndrome Femoropatelar.

A condromalácia patelar é mais frequente em quais indivíduos?
É mais frequente nas mulheres, mas acomete também os homens. O fato de ser mais comum nas mulheres tem relação com o eixo da perna das mulheres, que normalmente é valgo (joelho em “x”, “para dentro”), dentre outros fatores.

Porquê a cartilagem da patela está sujeita a tanta pressão?
A pressão da patela sobre o femur pode chegar a 3 vezes o peso do corpo para subir e descer escadas, por exemplo, e 7 vezes o peso corporal com flexão maior que 90 graus. Em um salto, por exemplo, essa pressão pode ser ainda mais importante. Por isso, exercicios como corrida, agachamento, “leg press”, podem precipitar uma crise dessa doença.

Qual a função da cartilagem da patela?
A cartilagem da patela tem, em média, 5 mm de espessura (a mais espessa do corpo) e serve para amortecer as enormes pressões que são aplicadas à mesma no dia a dia.

Como que surge a condromalacia patelar?
A condromalácia é uma doença de evolução muitas vezes lenta. Muitas vezes o joelho incha sem a pessoa sentir dores. Ela ocorre devido a uma hiperpressão (pressão maior que o habitual) entre a patela e o fêmur durante o movimento de flexo extensão (dobrar e esticar) do joelho. Pode ser também provocada por lesões traumáticas agudas ou repetitivas no joelho como, por exemplo, ao realizar chutes repetidos com o joelho ou até mesmo subir e descer escadas, ou ainda cair sobre os joelhos.

Biomecanicamente como surge a condromalácia?
A patela é o osso do organismo que sofre maior pressão de compressão, a força de compressão da articulação femoropatelar é de aproximadamente 7 vezes o peso da pessoa dependendo da atividade desenvolvida! Imagine que uma pessoa de 70 Kg, por exemplo, possa aplicar em sua patela uma pressão de aproximadamente 500 Kg, dependendo da atividade desenvolvida! Sabendo disso, fica fácil entender que pequenas mudanças de comportamento podem machucar a cartilagem da patela…

Quais os principais sintomas da Condropatia patelar?
O principal sintoma é a dor na face anterior do joelho que piora com os movimentos de flexo extensão ativa. A dor é uma queixa comum para subir e descer escadas, pisar na embreagem, abaixar, dor ao levantar depois de ficar muito tempo sentada (exemplo ao levantar do ônibus ou sair do cinema), por isso durante algum tempo essa doença ficou conhecida como síndrome do cinema.

Quais as formas de tratamento da condromalácia patelar?
O tratamento normalmente  não é cirúrgico. Medicação e fisioterapia adequados normalmente curam a condromalácia. Atualmente existem medicações como o Ácido Hialurônico (Orthovisc, Synvisc, etc), que cumpre a função de fazer uma Viscossuplementação no joelho para proteger a cartilagem e repará-la adequadamente. O Ortopedista Especialista em Joelho poderá avaliar melhor e instituir a terapêutica adequada para cada caso.

Quais as recomendações mais frequentes no tratamento da condromalácia / condropatia?
O melhor tratamento deverá ser determinado pelo seu ortopedista.
Algumas recomendações :
– Diminuir ou parar com exercícios e esportes de alto impacto (como o futebol, vôlei, basquete, corrida, etc) ou atividades suspeitas de causarem a lesão. Natação é um excelente exercício para manter o condicionamento físico sem afetar o joelho.
– Reforçar os músculos fracos para reequilibrar biomecanicamente o joelho, fazendo exercícios leves e de baixo impacto. É especialmente importante reforçar o músculo vasto medial, glúteos e rotadores do quadril. para equilibrar as forças atuantes sobre a patela.
– Evitar a sobrecarga e o “overtraining”.
– O alongamento das estruturas posteriores da coxa é muito importante no tratamento da condromálacia patelar.
– Colocar gelo no joelho após os exercícios, com o joelho esticado, por 20 minutos.
– Evitar subir e descer escadas.
– Garantir lugar suficiente para a perna no carro ou no seu lugar de trabalho, evitando manter o joelho flexionado mais de 90 graus por muito tempo.
– Manter boa postura e evitar cruzar as pernas por longos períodos.
– Quando estiver deitado, não deixar o peso do corpo pressionar ou mover a patela, usando um travesseiro para manter os joelhos levemente separados e as patelas no lugar.
– Usar sapatos confortáveis, principalmente durante os exercícios, o ideal é usar o tênis.
– Perder o sobrepeso ajuda muito no tratamento.
– É imprescindível fazer uma avaliação com um ortopedista especialista em joelho, seguido de um fisioterapia ou professor de educação física para receber o tratamento correto.

O que é exatamente a Viscossuplementação / Ácido Hialurônico?

A viscossuplementação é um tipo de tratamento utilizado para repor os fluídos (líquido sinovial) nas articulações com desgaste ou inflamação. De uma forma mais prática seria como colocar um “lubrificante” entre as estruturas ósseas e cartilaginosas das articulações, para que diminua o impacto e a dor.

Nos pacientes que possuem inflamação da cartilagem o líquido sinovial, já existente nas articulações do corpo, podem estar menos viscoso que o normal, o que provoca um aumento de atrito maior entre as cartilagens.

A viscossuplementação pode proporcionar alívio significante dos sintomas, além de ser um procedimento muito seguro para os joelhos. Oferece:

  • Alívio da dor significativamente maior do que com placebo

  • Oferece até 6 meses de alívio da dor com uma aplicação

  • Baixa incidência de efeitos colaterais

Observe onde acontece a condromalácia (setas vermelhas)

Veja alguns dos exercícios envolvidos no tratamento :

 
Fonte: Dr Marcelo Tostes ( Ortopedista – Cirurgia do joelho/Esporte)

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*