DESEMPENHO FUNCIONAL DE CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL PARTICIPANTES DE TRATAMENTO MULTIDISCIPLINAR

0
77

Functional performance of children with cerebral palsy undergoing multidisciplinary treatment

RESUMO:

A paralisia cerebral (PC) é um conjunto de desordens posturais e do movimento que causam limitações funcionais; é atribuída a distúrbios nãoprogressivos, porém mutáveis, decorrentes de lesão do cérebro imaturo. Os objetivos do estudo foram identificar as dimensões funcionais comprometidas e observar a evolução da função motora grossa de crianças com PC submetidas a tratamento multidisciplinar em um intervalo de quatro meses. A amostra foi composta por 27 crianças com PC (média de idade 7,6 anos) que freqüentavam a Associação Pestalozzi de Goiânia, GO. O nível de comprometimento das crianças foi atribuído segundo o sistema de classificação da função motora grossa GMFCS (Gross motor function classification system); a medida de função motora grossa GMFM (Gross motor function measure) foi aplicada no início do estudo e após quatro meses. Os resultados mostram que 55,6% das crianças estavam nos níveis IV e V do GMFCS; foi verificada evolução da função motora grossa em todas as dimensões avaliadas pela GMFM, exceto na postura sentada – sugerindo que as transferências de postura e a locomoção devem ser focalizadas no tratamento multidisciplinar dessas crianças com CP.

DESCRITORES: Atividade motora/fisiologia; Crianças com deficiência/crescimento e desenvolvimento; Paralisia cerebral

ABSTRACT:

Cerebral palsy (CP) is described as a set of postural and movement disorders that cause functional limitations; it is assigned to non-progressive, changeable disorders due to immature brain injury. The purpose of the study was to assess functional dimensions affected and the evolution over a four-month period of gross motor function of children with CP undergoing multidisciplinary treatment. The sample was made up by 27 children (mean age 7.6 years) who attended the Pestalozzi Association of Goiania, GO. Severity level was assessed by the Gross Motor Function Classification System (GMFCS); the Gross Motor Function Measure (GMFM) was applied at study onset and four months later. Results show that 55.6% of children were in GMFCS levels IV and V; children showed a positive gross motor function evolution in all GMFM dimensions, except in the skills at the sitting position – suggesting that position changes and locomotion should be focussed in multidisciplinary treatment of these children with CP.

KEY WORDS: Cerebral palsy; Disabled children/growth & development; Motor activity/physiology

Estudo desenvolvido na PUC – Goiás – Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, GO, Brasil

Por: Alex Carrer Borges Dias1 , Joyce Cristina Freitas1 , Cibelle Kayenne Martins Roberto Formiga2 , Fabiana Pavan Viana3

1 Graduandos em Fisioterapia na PUC-Goiás

2 Fisioterapeuta; Profa. Dra. do Curso de Fisioterapia da Universidade Estadual de Goiás, Goiânia

3 Fisioterapeuta; Profa. Dra. do Curso de Fisioterapia da PUC-

Fonte: Scielo /  Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.17, n.3, p.225-9, jul/set. 2010

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*