DOENÇAS OCUPACIONAIS QUE ACOMETEM OS PROFISSIONAIS DA ODONTOLOGIA

0
70

RESUMO

Os profissionais da odontologia estão sujeitos as lesões musculoesqueléticas, advindas das posturas de trabalho, sendo assim apontada como a profissão que mais cedo tem o afastamento do ofício. No caso, para minimizar, ou se não, evitar lesões que são consequências da má postura ou de movimentos repetitivos do exercício do trabalho, onde muitas vezes os acessórios ou instrumentos do trabalho estão mal posicionados ou não adaptados corretamente, empregam-se os princípios da ergonomia. Esses princípios trabalham nos quesitos de boa postura do trabalhador, espaço físico adequado e instrumentos adaptados ao profissional, resultando em um bom ambiente de trabalho, com a preservação do físico do trabalhador. Esta pesquisa é de natureza descritiva, qualitativa, quantitativa e exploratória, abordando os profissionais em seus respectivos consultórios dentários (inloco), e verificando alguns pontos de lesões ou posicionamentos do seu dia-a-dia, através da aplicação de questionários aos mesmos. O material desse trabalho aborda exatamente a má postura do profissional da odontologia e os fatores como o ambiente de trabalho, no caso o layout do espaço físico e posicionamento do profissional durante os atendimentos, relatando assim as principais lesões que acometem os dentistas. A pesquisa tem como objetivo analisar os profissionais da odontologia em relação à postura de trabalho e as lesões musculoesqueléticas possíveis, como também avaliar a influência que o ambiente de trabalho tem sobre as condutas, para isso foram utilizados dois tipos de questionários (Lista de Checagem Adaptada e Questionário Bipolar). Nota-se que há poucas variações de movimentos dos dentistas e que o posicionamento de alguns instrumentos e alguns aparelhos durante o tratamento odontológico tem influência em posturas adotadas por esses profissionais.

Palavras – chaves: Dentista, Postura, Lesões, Ergonomia, DORT.

ABSTRACT

Dental professionals are subject to musculoskeletal injuries, resulting of work postures, therefore it’s identified the profession that has the earliest occupation departure. In this case, to minimize and avoid injuries that are consequences of wrong postures or repetitive movements of the exercise of work, where often the accessories and instruments of work are wrong positioned or not correctly adapted, employs up the ergonomics principles. These principles works in questions of good postures of the worker, adequate space and instruments adapted to the professional, resulting in a good working ambient, whit the preservation of the physical condition of the worker. This research is a descriptive, qualitative, quantitative and exploratory study, addressing the professionals in their respective dental offices (inloco), and checking some points of injuries or positioning of their day to day, through the application of questionnaires to them. The material of this research approach exactly the wrong posture of dental professional and factors such as the work ambient, in this case the layout of the physical space, and the positioning for the professional during the treatment, reporting the main injuries that affect dentists. The objective of this research is to analyze dental professionals in relation to working posture and possible musculoskeletal injuries, and to evaluate the influence that the work ambient has on conducts, for this were used two kinds of questionnaires (Adapted Checklist and Bipolar Questionnaire). Note that there are just a few movements’ variations of dentists and the positioning of some instruments and equipments during the dental treatment has an influence in postures adopted by these professionals.

Keywords: Dentist; Posture; Injuries; Ergonomics; OWRD.

Por: Cirliany Maria Bezerra de Araújo1, Graciliano Davi Santos Rodrigues1, Régia Cristina da Silva Regis1, Hosamérlin Paula da Mota1, Ilse Tatiana Lima Aragão2

1 Graduandos do curso de Fisioterapia do 7° período da Universidade Potiguar – UnP – Mossoró/RN – Brasil.
2 Docente do curso de Fisioterapia da Universidade Potiguar – UnP – Mossoró/RN – Brasil.

Fonte: http://www.novafisio.com.br

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*