É UM ERRO ASSOCIAR A FISIOTERAPIA APENAS À RECUPERAÇÃO DE LESÕES

0
1024

Uma ou duas sessões de fisioterapia por semana podem ser o suficiente para prevenir uma série de lesões, conforme explica a fisioterapeuta especializado em esportes André Nogueira Ferraz. Normalmente, a fisioterapia é somente relacionada à recuperação de lesões. Mas esta afirmação é errada.

– Tão importante quanto um bom acompanhamento de um educador físico na prescrição do treino, é a presença do fisioterapeuta para realizar uma avaliação detalhada identificando possíveis alterações motoras que podem tornar-se fatores de risco para possíveis lesões traçando a melhor conduta em termos de prevenção – explica o especialista.

Para entender mais sobre este assunto e descobrir como evitar dores nos ombros, nas costas e nos membros inferiores, confira na íntegra a entrevista que o blog fez com André Nogueira Ferraz:

PULSO: Por que as pessoas, normalmente, associam a fisioterapia apenas à recuperação de lesões?
ANDRÉ: Por se tratar de uma profissão relativamente nova comparada a outras como a medicina, direito, entre outras, a fisioterapia ainda vem sendo descoberta pelos seus usuários. De um modo geral, a fisioterapia esportiva e hospitalar são as mais conhecidas por reabilitarem após algum trauma ou lesão sofrido. O que poucos sabem, é que a fisioterapia é fundamental na preparação e prevenção de um atleta, sendo ele amador ou profissional.

LISTA: 5 frutas típicas do inverno que melhoram o desempenho

PULSO: Quais são os principais benefícios da fisioterapia para um atleta amador?
ANDRÉ: O atleta sofre com dores após os treinamentos ou competições. O grande benefício proporcionado pela fisioterapia, é o alívio e a recuperação acelerada dessas dores, muitas vezes causadas por tensões musculares da prática esportiva. Com a grande demanda durante a atividade, seja ela um jogo de futebol ou uma corrida na rua, os músculos trabalham por um período prolongado, ficando muitas vezes fadigados e tensos. Na fisioterapia trabalhamos o relaxamento e a liberação dessas tensões recuperando o atleta de forma que ele retome aos treinamentos sem dores o mais breve possível.

PULSO: Como o fortalecimento da musculatura da cintura escapular (músculos das costas) ajuda a prevenir problemas nos ombros?                                           ANDRÉ: Por se tratar de uma articulação com muitos movimentos, é comum que atletas sofram com problemas nos ombros após certo período prática. Esportes como o tênis, handebol e o vôlei, são agressivos para essa articulação, uma vez que os praticantes têm pouco o hábito de fortalecer a musculatura de forma correta. Somado ao excesso de repetições em treinos e jogos, os tendões dos ombros inflamam levando ao afastamento da modalidade. A musculatura da cintura escapular é fundamental para a estabilidade por proporcionar melhor mecânica do movimento durante a atividade. Uma vez esses músculos fracos, a sobrecarga imposta na articulação só aumenta, também levando ao quadro de inflamação dos tendões.

MAIS: Exercícios simples para relaxar os ombros durante o trabalho

PULSO: Como o fortalecimento dos músculos profundos do abdômen previne as dores nas costas?
ANDRÉ: Mais de 80% da população em algum momento da vida terá dores nas costas apontam alguns estudos, ou seja, temos que fazer algo para diminuir essa incidência. Problemas na coluna, seja ela cervical ou lombar, está também relacionado a questão postural e de fraqueza muscular. Com a fraqueza muscular, a coluna se torna instável, levando a quadros de dores musculares e até mesmo dores que irradiam para outras regiões como braços e pernas. A melhor prevenção para esses casos é a ativação da musculatura profunda do abdômen (transverso do abdômen e multífidos) melhorando a estabilidade da coluna e com isso os quadros de dor e irradiação. O fortalecimento da musculatura profunda do abdômen é indicado para todos os esportes, seja ele de baixa ou de alta intensidade.

GUIA GRATUITO: 23 trilhas no Parque da Pedra Branca

PULSO: Como o fortalecimento da musculatura dos glúteos previne problemas nos membros inferiores?
ANDRÉ: Podemos dizer que os músculos dos glúteos são a chave para um melhor alinhamento dos membros inferiores, podendo prevenir problemas do quadril, joelho, tornozelo e pés. Muitas vezes pensamos que basta fortalecer a coxa antes de praticar esportes como a corrida e o futebol, porém, os principais músculos a serem fortalecidos são o glúteo médio e o glúteo máximo. Esses grupos musculares reduzem a sobrecarga nos membros inferiores que podem causar as dores e lesões. Podemos introduzir esses exercícios em dias alternados, ou até mesmo antes das atividades. Eles são indicados para todos os esportes, seja o esporte com ênfase nos membros superiores como o tênis e o vôlei, como pro futebol e a corrida que sobrecarregam mais os membros inferiores.

Fonte: O Globo

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*