EFEITOS DA MANIPULAÇÃO QUIROPRÁTICA NA AMPLITUDE DE MOVIMENTO DA COLUNA CERVICAL EM JOGADORES DE FUTEBOL

0
307

Effects of chiropractic manipulation on the range of motion of the cervical spine in soccer players

RESUMO

OBJETIVOS: Avaliar os efeitos da manipulação articular sobre a amplitude de movimento da coluna cervical em jogadores de futebol. MÉTODOS: Pesquisa transversal, experimental, comparativa e cega entre grupos: controle e tratado, realizada no Rio Branco de Andradas Futebol Clube, na cidade de Andradas, MG, com 15 jogadores. No grupo controle, formado por sete jogadores, foi realizado a medida da amplitude de movimento (ADM) cervical durante os quatro encontros semanais. No grupo tratado, a ADM cervical foi realizada antes e após a manipulação articular. Para selecionar a amostra utilizou-se um questionário anamnésico e avaliação física, excluindo os portadores de lesões anteriores na região cervical, os que apresentavam escoliose e retificação cervical. O inclinômetro foi o instrumento adotado para abalizar as modificações na ADM, sendo que durante esse período não houve modificações no ritmo de treinamento dos jogadores. RESULTADOS: Os jogadores submetidos à terapia de manipulação articular obtiveram melhora significativa da amplitude de movimento ao fim do tratamento nos eixos de flexão, extensão, rotação bilateral, comparados àqueles que fizeram parte do grupo controle. CONCLUSÃO: a pesquisa comprovou que a terapia de manipulação articular foi eficaz na melhora da amplitude de movimento nestes profissionais.

PALAVRAS-CHAVE: Coluna cervical, quiropraxia, jogadores de futebol, amplitude de movimento articular.

ABSTRACT

OBJECTIVES: To evaluate the effects of chiropractic manipulation on the range of motion on the cervical spine in soccer players. METHODS: Search cross, experimental, comparative and blind between groups: control and treated in Rio Branco from Andradas Football Club, in the city of Andradas, with 15 players. In the control group, made up of seven players, it was conducted the measurement of the cervical range of motion (ROM) during the four weekly meetings. In the treated group, neck ROM was performed before and after joint manipulation. To select the sample, it was used an anamnestic questionnaire and physical assessment, excluding those with previous injuries in the cervical region, those with scoliosis and cervical rectification. The inclinometer was adopted as the instrument to delimit changes in ADM, and during this period there were no changes in the pace of training the players. RESULTS: The range of motion, flexion, extension and bilateral rotation, of soccer players who received manipulation was significantly better than of the control group by the end of the treatment period. CONCLUSION: The study proved that spinal manipulation improved the range of motion in soccer players.

KEY WORDS: Cervical spine, chiropractic, football players, range of motion.

Por: Beatriz R. EstevesI , Laís B. SalviI , Djalma José FagundesII, Pablo B. ValverdeIII

I. Estudante de Graduação em Quiropraxia. Instituto de Ciências da Saúde. Universidade Anhembi Morumbi (UAM). São Paulo. Brasil.

II. MD, PhD, Professor Livre Docente – UAM.

III. Quiropraxista – UAM E-

Fonte: Revista Brasileira de Quiropraxia ( Vol IV)

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*