Experiência da Fisioterapia no Núcleo de Apoio à Saúde da Família em Governador Valadares, MG

0
56

Erika Guerrieri Barbosa, Dircilene Leite Santos Ferreira, Sheila Aparecida Ribeiro Furbino, Elice Eliane Nobre Ribeiro

Resumo

Introdução: A Portaria n. 154, de 24 de janeiro de 2008, criou os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), e com ela surgiu a necessidade de organizar as práticas profissionais da Fisioterapia, em todas as ações de sua responsabilidade, por meio na Estratégia de Saúde da Família. Objetivo: Este relato buscou levantar, por meio de observações gerenciais, aspectos facilitadores e dificultadores da atuação da Fisioterapia no NASF em Governador Valadares. Discussão: O fisioterapeuta compõe no município quatro equipes de NASF, com outros profissionais. Seu processo de trabalho foi organizado em acolhimento, atendimento individual, atendimento domiciliar, grupos operativos e atividades educativas em equipe. Resultados: O fisioterapeuta foi um dos profissionais mais requisitados na Estratégia de Saúde da Família, entretanto, por ele possuir carga horária diferenciada da equipe, o processo de trabalho foi dificultado. Além disso, a formação assistencialista dificulta o acolhimento e a organização das ações, os trabalhos em grupos operativos são trocados por atendimento individual, a formação clínica impede o desenvolvimento e a flexibilidade desses grupos, fazendo com que necessitem de mais tecnologia para trabalhar, e em todas as equipes há prática isolada, não permitindo a atenção integral à comunidade. Considerações finais: Diversas ações são realizadas estimulando trabalho em equipe, mas o maior desafio é a formação do profissional para as práticas em saúde coletiva. Atenção a esse fator deve ser dada, pois pactuações com resolutividade são metas a serem alcançadas. A visão da fisioterapia deve ser mudada para se adequar às propostas do Sistema Único de Saúde.

Texto completo: https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/20823/20019

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*