Áreas de AtuaçãoSaúde Geral

FISIOTERAPIA NA DISMENORREIA PRIMÁRIA E TPM

Nem todo mundo sabe, mas são muitos os crimes cometidos por mulheres que alegam em sua defesa estar na TPM, mas ela pode e DEVE ser controlada. A menstruação, ao contrário do que muitos pensam, não deve ser ligada a dor ou ao desconforto, porém é muito comum ouvir reclamações das mulheres durante esse período, o que acaba afetando sua qualidade de vida e os relacionamentos. Cada mulher reage de sua maneira nesse período, umas ficam loucas por doces e com o apetite exagerado, outras nem querem saber de comida, há aquelas que reduzem a libido e não querem saber de sexo, e aquelas que aumentam, e ficam com uma baita disposição, os homens que o digam… Então, cabe a cada homem conhecer sua mulher e como ela pode reagir, e ajudá-la nesse momento. Mas calma homens, essa matéria vai ajudar a vocês também, pois a fisioterapia oferece diversos recursos eficazes para o alivio desses sintomas, e algumas técnicas podem ser feitas em casa, com a ajuda de vocês, vamos conhecê-las:

CRIOTERAPIA E TERMOTERAPIA

Esses recursos utilizam o calor (termoterapia) e o frio (crioterapia) como forma de tratamento. O calor superficial promove o relaxamento muscular e a vasodilatação local, como os vasos ficam mais alargados (vasodilatados), há uma aumento da quantidade de sangue no local, aumentando assim o fluxo menstrual. Na crioterapia é utilizado a aplicação de gelo sobre a pele, onde promove uma atuação direta nos neurônios e nas estruturas responsáveis em perceber a sensação de dor (receptores da dor), fazendo com que a velocidade e a quantidade de estímulos que chegam a esses receptores sejam reduzidos, diminuindo a dor. Tanto a crioterapia, como a termoterapia ajudam na redução da dor na dismenorreia primária, porém, em estudos realizados, observou-se que a termoterapia resulta em maior alivio, que a crioterapia. Esses recursos são utilizados através de uma bolsa de água quente ou com gelo em baixo ventre e em repouso.

ACUPUNTURA

A acupuntura também é utilizada como tratamento da TPM e da dismenorreia primária. Consiste em aplicar agulhas em pontos estratégicos para se ter um equilíbrio e harmonização dos canais de energia, além de ajudar o cérebro a liberar endorfina que é um analgésico natural do nosso organismo.

ELETROTERAPIA

Um dos recursos utilizado na fisioterapia para diversos tratamentos é a eletroterapia (terapia através de aparelhos elétricos), e um dos mais utilizados para o controle da dor é a estimulação nervosa transcutânea (TENS). A TENS é um método não invasivo (não penetra o organismo) e não é doloroso, ela ativa as fibras nervosas que são responsáveis pelo controle da dor e libera endorfina (hormônio responsável pela sensação de bem-estar e prazer), aliviando tanto a dor abdominal inferior, quanto lombar, quando utilizado para a dismenorreia primária.

DRENAGEM LINFÁTICA

A drenagem linfática também pode ser utilizada, é uma massagem que facilita o transporte do excesso de líquido que a mulher retém nesse período, reduzindo o inchaço e promovendo sensação de relaxamento.

 MASSAGEM

São utilizadas a massagem terapêutica e a massagem do tecido conjuntivo. As técnicas são um pouco diferentes, mas ambas têm o mesmo objetivo de promover o relaxamento e o alívio da dor, reduzindo os sintomas da TPM e a dor abdominal inferior na dismenorreia, já que a região pélvica recebe inervações da região lombo sacra. A Massagem do Tecido Conjuntivo (MTC) utiliza massagens mais profundas com o intuito de diminuir a aderência do tecido, sendo eficaz no tratamento da dismenorreia primária, pois interfere no sistema nervoso autônomo e tem ação reflexa, reduzindo assim a dor. A massagem terapêutica é geralmente aplicada na região lombar, trazendo à paciente sensações de alívio e bem – estar. Pode ainda ser associada à liberação miofascial lombar, que é uma técnica para relaxar a musculatura através de um estiramento feito de forma manual, alonga e relaxa o músculo aliviando assim encurtamentos, espasmos e consequentemente a dor.

CINESIOTERAPIA

A cinesioterapia é a terapia através do movimento. Esse tipo de terapia é utilizado em todos tratamentos fisioterapêuticos , inclusive na dismenorreia primária. Os exercícios para esse tipo de tratamento são aqueles que envolvem a região pélvica, com o intuito de mobilizar (movimentar) e promover o relaxamento destas estruturas, diminuindo assim a dor.

PILATES

A prática do método Pilates tem mostrado bem eficaz na redução dos sintomas da dismenorreia primária e da TPM. Os exercícios de Pilates melhoram o fluxo sanguíneo, e o trabalho respiratório realizado no método libera endorfina (hormônio responsável pela sensação de bem-estar e prazer), melhorando assim o inchaço, a dor e a irritabilidade (sintomas provocados pela TPM), os exercícios voltados para região pélvica permitem uma melhor irrigação sanguínea nessa região e fortalecimento muscular, contribuindo assim para a redução da dor na dismenorreia.

REFERÊNCIAS:

  • http://fisioterapiadoestudante.blogspot.com.br/2011/11/tpm-tensao-pre-menstrual.html
  • http://movimentomiofascial.blogspot.com.br/
  • http://tcconline.utp.br/wp-content/uploads//2011/03/tensao-pre-menstrual-TPM-e-fisioterapia-uma-investigacao-mercadologica.pdf
  • http://odia.ig.com.br/portal/cienciaesaude/pilates-alivia-sintomas-da-tens%C3%A3o-pr%C3%A9-menstrual-1.534824
  • http://www.unama.br/novoportal/ensino/graduacao/cursos/fisioterapia/attachments/article/136/protocolo-fisioterapeutico-aplicado-em-mulheres.pdf
  • http://www.portalbiocursos.com.br/artigos/ortopedia/43.pdf

Fonte: Fisiourogo

Tags
Mostrar mais

Fisioterapia.com

Encontre no Portal Fisioterapia.com uma grande variedade de notícias, artigos, oportunidades e serviços exclusivos para Profissionais e Acadêmicos de Fisioterapia ou interessados pela área.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close