INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA REABILITAÇÃO CARDÍACA APÓS INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO

0
874

SPEECH PHISICAL THERAPY IN AFTER CARDIAC REHABILITATION INFARCTION ACUTE MYOCARDIAL

RESUMO

Introdução: O infarto agudo do miocárdio significa basicamente a morte de cardiomiócitos causada por isquemia total e prolongada. É uma síndrome que resulta quase sempre da aterosclerose coronariana com oclusão das artérias coronárias. Objetivo: Discutir a atuação da fisioterapia na reabilitação do infarto agudo do miocárdio. Metodologia: Realizou-se uma revisão na literatura selecionando artigos científicos e livros publicados preferencialmente entre os anos de 2003 a 2008 e em periódicos do acervo bibliográfico da Universidade Vale do Rio Doce. Resultados: A reabilitação cardíaca é um programa multidisciplinar que envolve vários profissionais da saúde, entre eles o fisioterapeuta. Está dividida em quatro fases, sendo a primeira fase hospitalar, a segunda e a terceira ambulatorial, e a quarta não supervisionada. O programa de exercício é dividido em aquecimento, condicionamento e desaquecimento, podendo ser realizados exercícios aeróbicos e de resistência muscular, com duração de 150 a 300 minutos por semana, em uma freqüência de 3 a 5 vezes por semana, a intensidade dos exercícios é calculada individualmente a partir do resultado do teste de esforço. Tais programas de exercícios resultam na melhora da qualidade de vida do paciente reintegrando-o a sociedade. Conclusão: Conclui-se que a reabilitação cardíaca tem como benefício a recuperação global do paciente, minimizando a recidiva do IAM, sendo de extrema importância a atuação do fisioterapeuta na prescrição dos exercícios.

Palavras- chave: Reabilitação Cardíaca, infarto agudo do miocárdio, fisioterapia

ABSTRACT

Introduction: The acute myocardial infarction (AMI) means basically the death of the cardiomyocytes caused by prolonged and total ischemia. It is a syndrome that most of the time results from coronary arteriosclerosis with the occlusion from the coronary arteries. Objective: Discuss the physiotherapy action in the acute myocardial infarction rehabilitation. Methodology: It was performed a revision in the selected literature selecting scientific articles and published books preferably from 2003 to 2008 and in bibliography collections at Universidade Vale do Rio Doce. Results: The cardiac rehabilitation is a multidisciplinary program that involves many health professionals, among them the physiotherapist. It is divided in four phases, the first is the hospital, the second and the third are ambulatory, and the fourth one is the non supervised. The exercise program is divided in: warm up, conditioning and the slow down, it can be carried out aerobic exercises and muscular resistance with duration of 150 to 300 minutes per week, in a frequency of 3 to 5 times a week, calculating the exercises intensity from the result of the effort test individually. Such exercises programs result from the improvement in the patient’s quality of life reintegrating this patient to the society.Conclusion: It is concluded that the cardiac rehabilitation has as a benefit the patient global recuperation, minimizing the acute myocardial infarction recurrence, being of extremely importance the physiotherapy action in the exercises supervision.

Key words: Cardiac rehabilitation, Acute Myocardial Infarction, physiotherapy

Por: Ellen Martins Leite¹, Flávia Matos Bispo², Thays Oliveira Souza³, Renato Ferreira Cardoso4 .

1- Acadêmica do curso de Fisioterapia da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE) – Governador Valadares – MG. E-mail: ellen_823@yahoo.com.br

2- Acadêmica do curso de Fisioterapia da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE) – Governador Valadares – MG. E-mail: fmdmatos@hotmail.com.

3- Acadêmica do curso de Fisioterapia da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE) – Governador Valadares – MG. E-mail: tatasouza30@hotmail.com.

4- Professor Orientador da Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE) – Governador Valadares – MG. E-mail: fcrenato@uol.com.br

Fonte: Pergamum.univale

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*