Livros

Saber avaliar dentro da Fisioterapia é muito importante para o sucesso do tratamento. E na literatura há livros que podem ajudar Estudantes e Profissionais no aprendizado de como se fazer uma melhor avaliação.  Abaixo selecionamos algumas dicas de livros que são recomendáveis para quem é da área.

Fisioterapia – Avaliação e Tratamento – 5ª Ed. 2010

O’sullivan,Susan B. / Schmitz,Thomas J. – MANOLE

Esta obra trata de modo abrangente da avaliação e do tratamento em reabilitação para pacientes de todas as faixas etárias. Constitui referência indispensável de estudo e consulta para estudantes e profissionais de fisioterapia, bem como de outras áreas envolvidas em reabilitação.

Testes Ortopédicos Em Fisioterapia – 2ª Ed. 2015 

Cook ,Chad E. / Hegedus ,Eric J. – MANOLE

Reunindo a tradicional arte do exame físico e a moderna tecnologia da análise estatística, os autores apresentam inúmeros testes e revisam profundamente a literatura a respeito de cada um deles, além de fornecer sua confiabilidade, validade, valores diagnósticos e utilidade clínica.

Avaliação Musculoesquelética

Magee,David J. – MANOLE

Esta quinta edição totalmente colorida de Avaliação musculoesquelética oferece uma abordagem clara e sistemática para a realização de avaliações neuromusculoesqueléticas, além de explicar as razões fundamentais de seus vários aspectos. Este livro trata cada articulação do corpo em capítulos separados, cobrindo tópicos como: os princípios da avaliação, marcha, postura, os amputados, avaliação primária, avaliação de emergências…

Anatomia Palpatória e seus Aspectos Clínicos

Junqueira,Lília – Guanabara Koogan

Este livro é uma fusão das obras Anatomia Palpatória: Tronco, Pescoço, Ombro e Membros Superiores e Anatomia Palpatória: Pelve e Membros Inferiores, ambas de Lília Junqueira. Essa união dos dois livros atende a sugestões de docentes e de leitores, que consideram mais prático ter todo o texto reunido em um só volume.

Manual de Avaliação do Sistema Músculo-esquelético em Fisioterapia

Alves,Luciana Correia / Camargo,Mirela Castro Santos
Coopmed Editora Médica

O Manual de Avaliação do Sistema Músculo-Esquelético em Fisioterapia é um livro que vem ao encontro da demanda por literatura específica sobre a avaliação do sistema músculo-esquelético em Fisioterapia. Publicado em língua portuguesa acessível, de prático manuseio e de fácil compreensão, foi elaborado criteriosamente, de forma a permitir a divulgação de informações consistentes. É um trabalho inovador, pois apresenta as informações de maneira clara e objetiva – e ao mesmo tempo detalhada – sobre os critérios fundamentais a serem considerados numa avaliação fisioterapêutica, fornecendo tanto ao aluno quanto ao profissional fisioterapeuta uma síntese dos principais tópicos a serem abordados.

Fisioterapia Ortopédica : Exame, Avaliação e Intervenção – 2ª Ed. 2010

Dutton,Mark – Artmed

Fonte valiosa de informações para estudantes e profissionais, “Fisioterapia Ortopédica: Exame, Avaliação e Intervenção” apresenta uma ampla e acessível cobertura da fisioterapia ortopédica. Com texto abrangente e bem ilustrado, traz toda a informação necessária para fornecer um cuidado de alto nível aos pacientes, constituindo-se em fonte única para a avaliação biomecânica e a elaboração de planos de tratamento específicos.

Livro – Fisioterapia em UTI

George Jerre Vieira Sarmento
Atheneu Editora

Fisioterapia em UTI acompanha as transformações que se verificam nos conceitos e na prática das Unidades de Terapia Intensiva, e que possibilitaram uma queda da mortalidade dos pacientes críticos.

Fisioterapia Intensiva

Leonardo Cordeiro de Souza
Ateliê Editorial

Essa obra reúne, em seus dez capítulos, um conteúdo fundamental para o fisioterapeuta exercer a sua profissão nas Unidades de Terapia Intensiva. Ela inicia com questões ético-profissionais e humanistas deste ambiente e de sua equipe multidisciplinar, passando pelas bases fisiológicas essenciais para a manutenção da vida, e pelos exames de rotina e fisiofuncionais utilizados neste setor pelo Fisioterapeuta, destacando o exame de Oscilações Forçadas, que pela primeira vez recebe um subcapítulo em uma edição brasileira.

Músculos Ventilatórios – Biomotores da Bomba Respiratória – Avaliação e Tratamento

Cuello,Alfredo Florencio / Aquim,Esperidião Elias / Cuello,Gustavo Alfredo

Andreoli

“Músculos ventilatórios – biomotores da bomba ventilatória: avaliação e tratamento” é uma ampla fonte que explora as várias facetas do conhecimento atual sobre ação e disfunção da musculatura respiratória e sua interface com o trabalho do fisioterapeuta em sua prática diária. Os músculos ventilatórios sempre mereceram destaque especial na Fisioterapia Respiratória. Sua ação é potencializada pelos recursos de Fisioterapia. No ato de estimular a ação muscular alteram-se diferentes mecanismos respiratórios propiciando ajustes do padrão respiratório e alívio de sintomas. Assim, aumentar nosso conhecimento neste segmento é caminhar para facilitação de nossa prática e obter excelência na qualidade de nossa assistência ao paciente com disfunção respiratória.

ABC da Fisioterapia Respiratória

Manole

Este livro foi elaborado para fornecer aos estudantes e profissionais da área conceitos básicos e essenciais para um atendimento eficiente, apresentando informações sobre os diversos recursos instrumentais em fisioterapia, técnicas passivas e ativas de desobstrução brônquica, ventilação mecânica invasiva e não-invasiva, reabilitação pulmonar e cardiovascular, biossegurança, traqueostomia, reabilitação cardiovascular, além de algumas diretrizes que regulamentam a prática profissional. Além disso, a obra discute a humanização no atendimento fisioterapêutico ambulatorial e domiciliar, de ex-trema importância no atendimento a pacientes de todas as especialidades. O CD-ROM que acompanha o livro traz as imagens contidas em cada capítulo e possibilita o uso em sala de aula.

Guia de Urgência e Emergência para Fisioterapia

Ligia Nasi Laranjeira, Marisa de Moraes Regenga, Denis Corrêa e Hélio Penna Guimarães

Atheneu

Guia de Urgência e Emergência para Fisioterapia tem como texto o Curso de Simulação Aplicada à Fisioterapia em Emergências – SAFE, com o objetivo de promover treinamento e ensino baseado em simulação para fisioterapia em emergência, no qual técnicas e procedimentos fisioterápicos são desenvolvidos em ambiente que recria diversas situações de urgência e emergência, nas quais a atuação do fisioterapeuta é de relevante contribuição ao tratamento e abordagem multidisciplinar segura e ética ao paciente.

Guia De Ventilação Mecânica Para Fisioterapia

Atheneu

Este é livro-texto do curso de Ventilação Mecânica para Profissionais da saúde, especificamente voltado para Fisioterapia.

O curso é ministrado no Centro de Ensino, Treinamento e Simulação do Hospital do Coração, São Paulo. Dirige-se para Fisioterapia de UTI, objetivando sua didática, o estudo direto, sintético e eminentemente prático.

O Livro de Pilates – Um Guia Para Melhorar o Tônus, a Flexibilidade e a Força do Corpo

Dcl Difusão Cultural

Você gostaria de se sentir e de parecer melhor, mais magro e mais saudável? Quer trazer uma nova vitalidade, harmonia e confiança para a sua vida? Com o método de exercícios do pilates você pode conseguir isso e muito mais. Os movimentos suaves e fluidos combinam-se com a concentração e com o fluxo consciente da respiração para oferecerem uma abordagem verdadeiramente completa, com benefícios para o corpo e a mente.

A Bíblia do Pilates – o Guia Definitivo Dos Exercícios de Pilates

Ferris ,Jo – Pensamento

Este programa completo de Pilates inclui mais de 90 exercícios no colchonete e na posição em pé, desde o nível para principiantes até o nível mais avançado. Todas as sequencias são fáceis de acompanhar e inteiramente ilustradas, com modificações para necessidades específicas, como problemas nas costas e no pescoço…

Pilates – Uma Abordagem Anatômica

Massey,Paul – MANOLE

Desenvolvido com foco no alongamento e fortalecimento do corpo, o método Pilates propõe exercícios simples e de baixo impacto que visam, entre outros aspectos, o equilíbrio, o alinhamento, a respiração correta e a estabilidade na área central do corpo…

Livro Escritos de Joseph Pilates

Sean Gallagher, Inelia Garcia
Editora Stampato

“Escritos” reúne as duas já consagradas obras de Joseph Pilates, “Sua saúde” e “Retorno à vida pela Contrologia” e traz à luz o inédito “Pilares da Contrologia”, publicação de 1970.
Teoria e prática se mesclam por 225 páginas ricamente ilustradas, demonstrando momentos e exercícios do Autêntico Método Pilates.

Anatomia para o Movimento
Vol. 2 – 2ª Ed. 2010 – Blandine Calais-germain
Editora Manole

Totalmente ilustrado, analisa a partir do ponto de vista da anatomia os movimentos mais comuns encontrados em todas as técnicas corporais e propõe exercícios que englobam o corpo inteiro ou determinadas regiões e que foram cuidadosamente selecionados por sua eficácia e segurança. Todos os exercícios são explicados em detalhes e apresentados com numerosas variações, podendo ser combinados de inúmeros modos.

Ergonomia – Interpretando a NR 17

Alexandre Pinto da Silva Ergonomia
2ª edição – 2016, ABRIL

Este livro aborda de forma atualizada, clara e objetiva, todos os dizeres da Norma Regulamentadora 17 – Ergonomia, interpretando as questões técnicas que devem ser observadas para a manutenção das condições de conforto em um ambiente de trabalho.

Ergonomia do Corpo e do Cérebro no Trabalho – Os princípios e a aplicação prática: Guia do profissional da ergonomia

Hudson de Araújo Couto
Ergo Editora

Um conteúdo voltado para o profissional da ergonomia, que pode utilizar esse livro como grande referencial teórico:

– Como fazer a análise ergonômica
– Orientação para avaliar a organização do trabalho em termos práticos
– Discussão profunda de situações em que há e em que não há risco ergonômico
– Um fluxograma de orientação prática sobre como e quando usar cada ferramenta ergonômica na avaliação do risco ergonômico
– Quadro de classificação do risco ergonômico atualizado…

Ergonomia Trabalho Adequado e Eficiente

Vários Autores
ELSEVIER EDITORA

O conteúdo desta obra é dividido em seis partes – uma apresentação incluindo histórico do estudo da Ergonomia e contextualização através de exemplos do dia-a-dia; Ergonomia na Empresa, que cobre conformidade legal, economia e certificação; as diversas áreas que compõe as Bases Científicas da Ergonomia – Cognição, fisiologia do trabalho, biomecânica e organização do trabalho; as Bases Metodológicas; o Projeto Ergonômico que define a ergonomia como disciplina da Engenharia de Produção e as Aplicações. É apresentado um panorama de estudos de caso da Ergonomia acompanhados de discussões e orientações dos autores.

Gerenciando a LER e os DORT nos tempos atuais

Hudson De Araújo Couto
Editora Ergo

Procurando acompanhar a evolução ocorrida ao longo da década passada, em que verdadeiras epidemias ocorreram nas empresas, o autor buscou, gradativamente, identificar os fatores de organização do trabalho e psicossociais evidentes nas empresas com alta incidência de “LER”. Em meados da década passada, tínhamos no Brasil uma clara divisão da abordagem dos fatores causais entre aqueles que, como este autor, estudavam mais os fatores biomecânicos e centravam a atuação nas melhorias de Engenharia, e aqueles que propunham serem as LER originadas por questões ligadas à organização do trabalho. Havia ainda os que analisavam as causas de LER como decorrentes da exploração dos trabalhadores inerente à situação de vínculo de emprego, sendo que, nesses casos, a questão “organização do trabalho” era referida de uma forma pouca prática, mais voltada para o lado político-ideológico. Uma vez que a abordagem biomecânica claramente não oferecia respostas suficientes para uma prevenção adequada e as demais visões eram inespecíficas, assistimos no Brasil a uma série de abordagens, algumas bizarras quanto à origem das LER. Essa falta de paradigma científico contribuiu bastante para o desenvolvimento de um fenômeno social extremamente forte, carregado de reivindicações e de pressão política, que permanece até nossos tempos.

Trabalho, Saúde e Ergonomia

Rocha, Geraldo Celso
JURUA EDITORA

A relação Ergonomia e Saúde do Trabalho tem merecido especial atenção no âmbito científico, tendo em vista a exigência cada vez maior por melhores condições de vida e de trabalho. A experiência do autor demonstra que a falta de conhecimento técnico, administrativo e legal sobre o assunto tem gerado uma infinidade de processos judiciais, que seja por insalubridade, seja por periculosidade, aposentadoria por invalidez, aposentadoria especial, doenças ocupacionais e por tantos outros motivos. Neste sentido, a Ergonomia surge como uma proposição na manutenção da saúde do trabalhador, evitando o passivo ocupacional e trabalhista, por tratar-se de uma medida prevencionista visando a promoção de saúde e a proteção específica quanto aos riscos existentes, tanto nos aspectos médicos quanto nos de segurança do trabalho e legais. Salienta ainda a questão atual e fundamental da responsabilidade social, como fator de justiça e igualdade, devendo prevalecer a ética nas relações trabalhistas, na conduta médica, de segurança e legal, quando das avaliações das questões noticiadas e julgadas.