O QUE FAZER QUANDO O PACIENTE FICA DESMOTIVADO COM A TERAPIA?

0
982

É muito comum, depois de um certo tempo, que o paciente pense em desistir da fisioterapia e terapia tradicionais, por serem cansativas e repetitivas. Nesses casos, o que fazer com um paciente desmotivado com a terapia?

Apostar na tecnologia pode ser uma boa ideia. Hoje, existem novos métodos avançados como videogames, realidade virtual, trajes robóticos, eletroterapia etc. cujos resultados têm sido positivos.

Conheça, a seguir, esses métodos de tecnologia com sistemas imperativos avançados, que podem mudar a vida do paciente!

Conheça a gameterapia

Gameterapia diz respeito ao tratamento por meio de jogos imperativos e pode ser utilizada em pacientes que estão desmotivados com a terapia.

Tratar o paciente com esse sistema tem mostrado grande eficácia, pois os videogames estimulam cada vez mais o paciente, incentivam a atividade cerebral e podem até mesmo ajudar na recuperação de movimentos.

Essa prática terapêutica teve início há alguns anos no Canadá e hoje já é amplamente usada no Brasil, graças à comprovação dos resultados. O tratamento usa sensores interligados aos jogos para reabilitação de pacientes ortopédicos e neurológicos e é indicado para todas as idades.

Esses sensores reconhecem os movimentos realizados pelo jogador de acordo com o jogo determinado pelo fisioterapeuta, dependendo da patologia de cada um. Os de eletromiografia são capazes de captar a atividade elétrica dos músculos. Os inerciais, captam os movimentos.

Pacientes com incontinência urinária também têm tido ótimos resultados com essa técnica interativa e divertida.

Aplique o sistema de reabilitação virtual

A utilização de jogos em realidade virtual teve melhores resultados em comparação aos métodos tradicionais, ajudando também o paciente desmotivado com a terapia.

Ao usar as luvas e óculos para capturar os movimentos, interagindo com o ambiente virtual, o cérebro envia os comandos, treinando os músculos como se fosse no mundo real.

Além disso, a parte psicológica do paciente que se mostra desmotivado com as terapias tradicionais apresenta melhores resultados.

Com os videogames, o paciente tem mais motivação porque interage com outras pessoas. Dessa forma, torna-se mais fácil superar a solidão e a tristeza, além de ser um tratamento muito mais dinâmico e estimulante.

Essa terapia pode ser feita na casa do paciente, com a orientação de um profissional e requer apenas um console e um game personalizado para o tratamento. É excelente, portanto, no tratamento de Alzheimer e outros tipos de demências comuns em idosos.

Entenda o que é biofeedback

Por meio dos instrumentos de biofeedback, é possível obter informações fisiológicas facilmente compreensivas.

O biofeedback monitora as funções de vários órgãos, auxiliando no controle das funções musculares, frequência cardíaca, temperatura do corpo, pressão sanguínea, além de atuar sobre o funcionamento do estômago, intestino, bexiga e estimular o desenvolvimento do autocontrole.

O biofeedback é de grande eficácia e melhora o sofrimento de muitas pessoas, pois ajuda em vários problemas: síndrome de cólon irritável, incontinência fecal e urinária, transtorno de ansiedade, hipertensão, cefaleias, dores miofasciais, tics motores, doença de Raynaud, sequelas neuromusculares pós AVC e transtorno do sono.

Com o biofeedback, é possível aumentar o relaxamento muscular, diminuir a dor e até mesmo curar determinadas doenças. Essa é uma técnica excelente que permite a autorregulação tanto das funções fisiológicas como cerebrais.

Agora que você está a par dos principais avanços tecnológicos da área, como videogames, realidade virtual e trajes robóticos, você já sabe o que fazer com um paciente desmotivado com a terapia!

Não deixe de incentivar o paciente a fazer tratamentos tão eficazes e que proporcionem a ele uma vida melhor e mais feliz.

Fonte:http://blog.miotec.com.br

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*