PILATES NA GESTAÇÃO PREVINE INCONTINÊNCIA URINÁRIA

0
2204

Exercícios fortalecem o assoalho pélvico e assim evitam a perda de xixi. Prática deve virar rotina de duas a três vezes na semana

A incontinência urinária é um problema comum que pode aparecer durante a gestação por dois motivos: primeiro devido ao crescimento do útero, que acaba comprimindo a bexiga e então ela não consegue mais armazenar a urina como antes e o segundo, por causa, da composição genética da mulher ser fraca em colágeno, levando a frouxidão dos músculos da bexiga, consequência do esforço necessário durante a gravidez.

 

“O Pilates é um exercício que beneficia em diversos aspectos a saúde da grávida, entre eles a prevenção da incontinência urinária”, explica Gabriela Martins, fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates Spa & Estética.

 

Durante a série, que deve ser praticada de duas a três vezes na semana, a grávida realiza movimentos de fortalecimento e alongamentos musculares suaves, porém contínuos. “Fortalecendo o assoalho pélvico e os músculos que dão sustentação ao aparelho reprodutor e urinário, a mulher elimina a possibilidade de o xixi escapar”, ressalta a fisioterapeuta.

 

Dois dos exercícios que geram esse resultado são: deitada com a barriga para cima a mulher contrai o assoalho pélvico por 3 segundos e depois relaxa, o outro é ainda deitada, contraindo e erguendo o quadril do chão e voltando lentamente.

 

Outros benefícios do Pilates para as grávidas

“Com o assoalho pélvico fortalecido elas têm uma rápida recuperação e cicatrização após o parto e uma reconquista muscular mais eficiente”, pontua Gabriela.

 

Além disso, o trabalho de respiração, realizado durante o exercício, ameniza a sensação de cansaço, contribui para a consciência corporal, acalma e corrige a postura. “Ativar os músculos responsáveis pela postura é muito importante, já que devido às mudanças no corpo da mulher, consequentes da gestação, a dor nas costas é uma queixa constante.

 

Sendo assim, a reeducação dos movimentos alivia esse desconforto”, explica a instrutora de Pilates que ressalta “O Pilates pode ser praticado pela gestante mesmo que ela não tenha tido nenhum contato com a atividade antes da gravidez. Pois os exercícios serão adaptados às necessidades e limites de cada aluna. Sempre tendo como objetivo final a melhora no bem estar físico e mental”, finaliza.

FONTE : Gabriela Martins, fisioterapeuta e instrutora de pilates do Fit Body Pilates Spa & Estética

 

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*