Fisioterapia Intensiva

Saiba a importância da Fisioterapia na UTI

O tratamento adequado para pacientes em situações de distúrbio clínico que necessitam de reabilitação gradativa, nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), é de extrema importância e deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar de saúde. Dentre estes profissionais, o papel do fisioterapeuta se destaca por promover diretamente a evolução dessas pessoas na manutenção das funções vitais do sistema corporal, bem como na prevenção de possíveis agravos clínicos. Baseado nisso, resolvemos explicar um pouco mais sobre a importância desse profissional na UTI, confira.

 

Qual a função do fisioterapeuta na UTI?

 

Todo profissional de saúde deve ter uma visão geral do histórico de todo paciente. No caso do fisioterapeuta em UTI, sua principal missão consiste em executar seus conhecimentos específicos em auxiliar nas funções cardiorespiratórias da pessoa enferma. Como no setor da UTI os pacientes estão em um estágio mais delicado de saúde, é imprescindível que o fisioterapeuta estimule o bom funcionamento das vias aéreas e músculos respiratórios, de modo a facilitar a respiração adequada. O acompanhamento correto na UTI auxilia na prevenção e/ou no tratamento das doenças cardiopulmonares, circulatórias e musculares, reduzindo assim a chance de possíveis complicações clínicas. Em geral, Fisioterapeuta Intensivista exerce atividades nas UTIs como:

 

*Monitoramento sistemático dos sistemas cardiorrespiratório e neuro-músculo-esquelético;

 

*Estímulo da força muscular; *Impede o acúmulo de secreção no interior do sistema respiratório;

 

*Mantêm e melhora a expansão pulmonar e a oxigenação do paciente;

 

*Melhora o desempenho dos músculos respiratórios;

 

*Compartilham o gerenciamento da assistência ventilatória mecânica invasiva e não-invasiva, o que contribui para que o paciente respire por menos tempo com auxílio de aparelhos;

 

*Tratamento de vícios posturais que provocam úlceras de pressão (área com necrose, devido à falta de circulação sanguínea), etc.

 

Como os fisioterapeutas realizam os procedimentos?

 

Entre as técnicas para a terapia da recuperação física, há recursos e exercícios em variadas fases de tratamento, que são realizados de acordo com as necessidades do paciente. Em geral, cabe ao fisioterapeuta aplicar conhecimentos adquiridos em sua função como trabalhar com exercícios respiratórios, executar métodos de ventilação não invasiva, além de técnicas para remoção de secreções pulmonares, expansão pulmonar e treinamento muscular.

 

Qual a importância do fisioterapeuta em UTI?

 

Entre os critérios básicos de uma Unidade Intensiva, é imprescindível a presença de um fisioterapeuta com especialidade respiratória. Sua função é primordial para ajudar na diminuição dos riscos de complicação do quadro do paciente, principalmente, tratando-se da respiração. Outros fatores que ressaltam a presença do fisioterapeuta são os da diminuição dos riscos de infecção hospitalar e manutenção dos sinais vitais.

 

Fonte: Unama

Tags
Mostrar mais

Fisioterapia.com

Encontre no Portal Fisioterapia.com uma grande variedade de notícias, artigos, oportunidades e serviços exclusivos para Profissionais e Acadêmicos de Fisioterapia ou interessados pela área.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close