SOBRE O CONCEITO MULLIGAN

0
1376

O conceito Mulligan foi desenvolvido pelo Dr Brian Mulligan na década de 80 e trata-se de uma técnica de terapia manual que visa o reposicionamento articular.

Conceito Mulligan® surgiu tem como um de seus “princípios” o de que “falhas posicionais” limitam movimentos fisiológicos e causam dor.

As técnicas do Conceito Mulligan® foram desenvolvidas para reparar essas pequenas falhas, fazendo uso de técnicas que envolvem a combinação de mobilização articular acessória associada ao movimento fisiológico ativo de forma indolor. É uma das técnicas de terapia manual mais seguras e confortáveis para o paciente.
O resultado esperado é o alivio imediato da dor e o aumento do arco de movimento.

A DESCOBERTA DO CONCEITO MULLIGAN®

Conceitos

No início dos anos 80 Brian teve seu primeiro sucesso com MWM®, o que produziu uma mudança completa na forma de abordar seus pacientes com terapia manual.
A história é engraçada.

Brian estava tratando uma paciente já algum tempo, que apresentava edema em um dos dedos da mão e movimentos de flexão e extensão restritos e dolorosos após uma lesão esportiva. Os tratamentos baseados nos conceitos Kaltenborn, Maitland, Cyriax, assim como as modalidades terapêuticas (US) não mudavam os sintomas. Tentou de tudo, oscilações, tração, glide lateral, glide medial sem sucesso.

Em um dos tratamentos, já irritado com a não resposta da paciente às técnicas, testou novamente o glide medial e a paciente disse: “estou pior, dói muito mais”. Testou então o glide lateral e a paciente disse “ agora não dói “.

Em um momento de inspiração divina e pensando fora do contexto, Brain manteve o glide, olhou fixamente para a paciente e disse lhe enfaticamente: Dobre o dedo!!!

A paciente relutou um segundo, mas sentindo-se segura realizou o movimento de flexão, enquanto Brian mantinha o glide lateral. Bingo!.
Houve melhora imediata no arco de movimento e não havia dor. Após algumas repetições sem dor, em apenas uma sessão a paciente apresentou arco completo de movimento para flexão e extensão.

Dias depois comunicando-se por telefone, a paciente lhe informou que estava bem, sem dor e com redução do edema. Brian atribuiu isso a sua frase favorita de Pasteur: A oportunidade somente favorece a mente preparada.”

A partir desta observação e o resultado em um caso rebelde , passou a utilizar este conceito para outras articulações desenvolvendo rapidamente a idéia da falha posicional.
Paralelamente o conceito foi expandido para a coluna vertebral através da utilização dos SNAGS®.

Brian afirmava que as técnicas utilizadas restauravam as falhas posicionais decorrentes de traumas e desequilíbrios musculares.

Excitado com a descoberta, Brian decidiu compartilhar seu conhecimento com outros terapeutas.

Como nesta ocasião seus cursos de terapia manual incluíam técnicas de Maitland, Kaltenborn e Cyriax, decidiu incluir algumas de suas técnicas no curso.

Na medida que ia dando mais cursos foi substituindo as outras técnicas gradualmente, até que em 1986 realizou seu primeiro curso só com suas técnicas. A cada curso novas técnicas eram agregadas ate que em 1989 resolveu escrever seu primeiro livro hoje na 6 edição e traduzido para mais e 10 idiomas. A expansão dos cursos mundialmente veio após um seminario em Perth para um grupo de pós graduados onde Brian conseguiu verdadeiros milagres com suas técnicas. Foi então convidado a ensinar na Inglaterra por Toby Hall, Sarah Counsel e Lynda Exelby Dai para os cursos na California e depois em todo o mundo foi só uma questão de tempo.

Fonte: Instituto Mulligan

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*