TÊNIS DE RODINHAS PODEM CAUSAR DORES MUSCULARES

0
1439

Sucesso entre crianças e jovens, o uso excessivo do tênis pode causar problemas articulares e dores musculares, segundo a professora de fisioterapia Yomara Mota

Em 2006, a moda dos tênis de rodinhas virou febre entre meninos e meninas. Hoje, os produtos contam com novas estampas inspiradas em modelos dos Estados Unidos, os quais até os adultos usam como meio de transporte, e podem ser incrementados com luz LED, influenciados pela delegação britânica que usou o calçado na cerimônia de encerramento das Olimpíadas Rio 2016. No entanto, a coordenadora do curso de Fisioterapia da Universidade Católica de Brasília (UCB), a professora Yomara Mota, faz o alerta: o uso excessivo do tênis pode causar problemas articulares e dores musculares.

A escolha do calçado influencia na maneira correta de andar e na postura corporal, ao distribuir adequadamente o peso do corpo. Para a coordenadora, a brincadeira faz parte do crescimento de uma criança, auxilia no desenvolvimento saudável e colabora para a socialização. No entanto, é preciso lembrar que uma lesão na infância pode prejudicar o crescimento da criança.

O calçado de rodinhas promove instabilidade e desequilíbrio predispondo a quedas e entorses e o uso excessivo pode gerar sobrecargas musculares. Apesar de ser considerado um brinquedo, o uso deve ser nas proporções adequadas e com equipamentos de segurança como capacete, joelheiras e cotoveleiras. “Algumas brincadeiras exigem cuidado e atenção redobrados dos pais. Os famosos tênis são muito mais que um simples brinquedo. É necessário que a criança aprenda a usá-lo, como uma bicicleta ou patins, que requerem a utilização de equipamentos de proteção”, destaca a professora.

Com 6 anos de idade, a pequena Sofia Mota desliza com seu tênis por todos os lados. O estica e puxa das rodinhas é constante, mas ela aconselha que só pode usar por um período determinado pelos pais. “Eles dizem que eu só posso brincar um pouco. Minha mãe não deixa que eu vá à escola com o tênis. Às vezes, sinto um pouco de dor nas pernas e ela faz massagem em mim para aliviar”, diz a menina.

Uso excessivo

Conhecido como “skatênis”, o produto tem rodas removíveis e, para fazer o tênis deslizar, a criança tem que dar impulso e levantar a ponta do pé, fazendo o movimento de dorsiflexão. “Esse movimento realizado de maneira excessiva pode gerar sobrecargas musculares, em especial, do músculo tibial anterior, ocasionando dores na porção anterior da perna podendo prejudicar a marcha”, explicou a professora e fisioterapeuta Yomara.

De acordo com os fabricantes, as rodinhas devem ser usadas somente para deslizar e devem ser retiradas quando a criança for usar o tênis para caminhar. Segundo a especialista, “essa recomendação importante nem sempre é seguida, o que colabora para um padrão de marcha anormal, estimulando o toque do pé com o antepé e prejudicando o rolamento do calcanhar, causando dores nos membros inferiores a curto prazo, devido também à sobrecarga no músculo tríceps sural”.

A fisioterapeuta formada pela UCB, Isabela da Silva Almeida, aponta que o uso do calçado por longas horas pode ser perigoso. “A junção desses movimentos de dorsiflexão excessiva durante os deslizamentos e alterações na marcha proporcionadas pela ausência de toque e rolamento do calcanhar são prejudiciais para as crianças. O tempo de uso do tênis no modo de ‘rodinhas’ deve ser supervisionado pelos pais e não ultrapassar duas horas por dia”, frisou.

No caso de a criança ter dores musculares, é recomendado o repouso, manobras neuromusculares específicas e exercícios de alongamento, para proporcionar um relaxamento da musculatura envolvida. “Tais manobras e exercícios podem ser orientados e aplicados por um fisioterapeuta. Mas se a criança sentir dores persistentes recomenda-se a consulta com um médico ortopedista”, frisou a fisioterapeuta Isabela da Silva Almeida.

Fonte: http://www.ucb.br/

SEM COMENTÁRIOS

O QUE ACHOU DESTE CONTEÚDO? DEIXE SEU COMENTÁRIO.

*