Artigos e Estudos Científicos

A INCIDÊNCIA DE DORES MUSCULOESQUELETICAS NA GESTAÇÃO

THE INCIDENCE OF PAINS MUSCULOSKELETAL DURING THE GESTATION

RESUMO

Na gestação ocorrem muitas modificações anatômicas e funcionais no corpo da mulher. As dores musculoesqueléticas são queixas importantes neste período, a função do fisioterapeuta é orientar as gestantes sobre as mudanças ocorridas, prevenir disfunções musculoesqueléticas, uroginecológicas, tratar algias, queixas respiratórias e sexuais, resultantes da gravidez. O trabalho tem como objetivo avaliar a prevalência das dores que são de origem musculoesqueléticas, determinando a freqüência, localização, associado com a idade gestacional e atividades diárias. Foi realizado uma avaliação com as gestantes, contendo os dados pessoais e da gestação atual, apresentação e consideração da dor e os aspectos posturais e ergonômicos. A maioria das gestantes se encontravam no terceiro trimestre gestacional, sendo que a maior parte destas realizavam atividades do lar. Notou-se que, o maior índice de dores de origem musculoesquelética, foram apresentados com maior freqüência na região da coluna lombar e abdome com intensidade alta e no período noturno, e o aumento deste quadro álgico com o avanço da gestação, tendo como principal fator que auxilia no alívio deste, o repouso, mostrando o desconhecimento da fisioterapia no alivio da dor durante o pré-natal ao puerpério.

Palavras-chave: Fisioterapia, , Gestantes

ABSTRACT

During the gestation happens a lot of anatomical and functional modifications in the woman’s body. The pains on the muscles and skeletal are often complaints in this period, the physiotherapist’s function is to guide the pregnant women about the happened changes, to prevent the dysfunctions on the muscles, skeletal, urogynecological, to treat algias, breathing and sexual complaints, resultants of the pregnancy. The work has the objective to evaluates the prevalence of the pains that are originate muscles and skeletal, determining the frequency, location, associated with the age of the woman pregnant and the daily activities. It was done an evaluated with the pregnant women, containing the personal data and of the current gestation, presentation and consideration of the pain and the ergonomic aspects. Most of the pregnant women was in the third quarter of the pregnancy, and most of them accomplished activities at their house.It was noticed that, the largest index of pains of origin muscles or skeletal, were presented more frequently in the area of the lumbar column and abdomen with high intensity during the night period, and the increased of this aspect with the progress of the gestation, as main factor that aids in the relief of those pains, the rest, showing the ignorance of the physiotherapy on the treatment of the pain during the prenatal and afther the childbirth.

Key Words: Physiotherapy, Pain on the muscles and skeletal, Pregnant

Por: Camila Fernandes Piveta de Oliveira,  Deiner José Morani Barros, djk@hotmail.com Franciele Aparecida Bazanini de Araújo,  Profª Ana Cláudia de Souza Costa,  Profª Ana Beatriz Lima.

Fonte:  Revista Científica do Unisalesiano – Lins – SP, ano 1, n.2, jul/dez de 2010

[su_button url=”http://fisioterapia.com/wp-content/uploads/2017/04/artigo26.pdf” target=”blank” style=”flat” background=”#1e446e” center=”yes” icon=”icon: file-text”]Faça download do artigo completo[/su_button]

Tags
Mostrar mais

Fisioterapia.com

Encontre no Portal Fisioterapia.com uma grande variedade de notícias, artigos, oportunidades e serviços exclusivos para Profissionais e Acadêmicos de Fisioterapia ou interessados pela área.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close