NotíciasSaúde

MULHERES NA MENOPAUSA SÃO AS QUE MAIS ROMPEM TENDÕES

A fisioterapia é utilizada na prevenção do problema e garante ser aliada no processo natural da menopausa

Tanto homens como mulheres têm perda óssea. Porém, a queda nos níveis de estrogênio no período da menopausa acelera e cai drasticamente. O que faz com que ossos fiquem fracos, ocasionando alguns problemas. Segundo o fisioterapeuta Giuliano Martins, proprietário do ITC Vertebral Ribeirão Preto e diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna), a fisioterapia pode atuar na prevenção e no tratamento dessas manifestações. ” A fisioterapia tem um papel importante tanto na precaução como na reabilitação das alterações decorrentes do climatério com o objetivo de melhorar a qualidade de vida “, explica Martins.

A menopausa é a fase fisiológica após a última menstruação espontânea da mulher. Nesse momento, são encerrados os ciclos menstruais e ovulatórios. Não há uma data preestabelecida para o início do climatério, mas manifesta-se, frequentemente, a partir dos 40 anos.

Nesse processo, a menstruação tende a ficar mais espaçada, até parar. Com isso, ocorrem mudanças hormonais e flutuações de humor importantes. Ainda podem acontecer sensações físicas, como as famosas “ondas de calor”.

É uma etapa em que é comum as mulheres terem perda óssea. Nesse sentido, exercícios com algum tipo de impacto podem ajudar. Outras alterações que precisam ser acompanhadas são as taxas de colesterol e a pressão arterial. Os ossos que mais rompem são aqueles que recebem menos sangue e oxigênio e ao mesmo tempo são mais sobrecarregados.

O programa fisioterápico compreende em exercícios desenvolvidos continuamente de alongamento, fortalecimento muscular (com carga) e aeróbico, treino de equilíbrio, treinamento da musculatura do assoalho pélvico (localizado na região inferior da pelve) para prevenção ou melhora da incontinência urinária, recuperação da função sexual, melhora da conscientização corporal e postural. Além disso, o incentivo durante a atividade física produz vários efeitos psicológicos benéficos como o bem-estar físico e mental. É importante ressaltar que eles devem ser orientados por profissionais especializados, pois irão variar de acordo com a idade, severidade da condição patológica (por exemplo, osteoporose), doenças associadas e também a funcionalidade da paciente.

Alguns tratamentos podem aliviar e até mesmo curar o problema como a educação e informações sobre o significado do climatério, terapias de reposição hormonal e fitoterápicas, terapia não hormonal (atividade física e fisioterapia).

A menopausa é um processo natural que está presente na vida das mulheres e não deve ser considerada como porta de entrada para a velhice, mas sim o início de uma etapa repleta de novos interesses e perspectivas. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o climatério é a “fase da evolução biológica da mulher em que ocorre o processo de transição entre o período reprodutivo e o não reprodutivo.” finaliza Martins

Sobre o ITC Vertebral – Fundado pelo fisioterapeuta Helder Montenegro, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna) e reconhecido como um dos maiores especialistas em tratamento de coluna no Brasil, o Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral iniciou suas atividades em 2005, em Fortaleza (CE).

Em apenas dois anos foram mais de 700 pacientes tratados, com êxito, pelo método RMA. Tais resultados alcançaram grande projeção e o ITC Vertebral passou a receber pacientes de todo o Brasil. Com o aumento da demanda, o ITC Vertebral decidiu formatar a primeira franquia em fisioterapia do país e, em 2007, deu início à uma expansão que já contabiliza 72 unidades no país.Capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, por exemplo, já contam com mais de uma unidade do Instituto. O ITC Vertebral é afiliado à ABF (Associação Brasileira de Franquias). Em 2010, foi ranqueado pela Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios em primeiro lugar no quesito crescimento econômico e terceira posição em satisfação dos franqueados que, juntos, já trataram mais de 30 mil pacientes.

Fonte: segs

Tags
Mostrar mais

Fisioterapia.com

Encontre no Portal Fisioterapia.com uma grande variedade de notícias, artigos, oportunidades e serviços exclusivos para Profissionais e Acadêmicos de Fisioterapia ou interessados pela área.

Publicações relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close